Saturday, May 05, 2007


Que Viva Mexico!
Viva La Raza!

Vivan los Latinos (incluindo os brasileiros que são latinos também)!

Hoje passei a tarde em Fruitvale, o bairro latino de Oakland. Havia muita comida, música (mariachis e bandas) e dança. Cinco de Mayo é uma das festas latinas mais importantes nos Estados Unidos, especialmente em estados como a Califórnia. A data celebra a coragem e determinação do povo mexicano durante a Batalha de Puebla (5 de maio, 1862) onde um exército mexicano de 4.500 soldados derrotou os mexicanos traitores (exilados mexicanos conservadores) e o exército de Napoleão que contava com 6.500 soldados. Puebla fica a 170 km da Cidade do México.

Nos Estados Unidos, esse feriado é às vezes confundido com o Dia da Independência do México (16 de setembro, 1810). Cinco de Mayo é celebrado somente em alguns estados no México. Essa data adquiriu maior importância nos Estados Unidos em 1967 quando um grupo de estudantes da California State University decidiu adotar a data porque até então não havia nenhum feriado nacional honrando a herança chicana. Chicanos se referem ao Latinos de ascedência mexicana nascidos nos Estados Unidos. Esses estudantes estavam tentando recuperar parte da sua identidade histórica e adotaram a Batalha de Puebla como símbolo da tenacidade do espírito latino e da luta para a criação do Programa de Estudos Chicanos (Chicano Studies). Desde então, esse feriado passou a simbolizar a garra dos latinos frente às adversidades, ao racismo e ao preconceito.

Embora essa seja uma celebração mexicana/chicana, o mês de maio honra a contribuição de latinos em geral na história dos Estados Unidos. Há eventos nas bibliotecas, nas escolas e documentários na televisão celebrando La Raza. Hoje, durante uma das apresentações na rua, um dos dançarinos de um grupo Azteca gritou: “Que viva Mexico, Viva La Raza, Vivan los Latinos.” E eu, embora seja latina hablante de portugués, também senti orgulho.

No contexto americano, "La Raza" é um termo associado à mestiçagem das Américas, as misturas entre os povos indígenas, os descendentes dos povos africanos que foram trazidos para as Américas como escravos, os imigrantes europeus e os colonizadores oriundos da península Ibérica. Quando utilizado por grupos latinos nos Estados Unidos, esse termo denota o orgulho nas tradições e culturas latinas.



4 Comments:

Blogger Anita said...

viva el cinco de mayo!

11:25 AM  
Anonymous Van said...

Re, que maravilha! É maravilhoso poder conhecer melhor essas coisas com os seus olhos! Espero um dia poder te visitar e ver e ouvir as coisas de perto. Com a sua companhia, claro! :-)

8:13 PM  
Blogger Regina said...

Anita,

Viva todos nos, os imigrantes e estrangeiros.

Bj

Regina

12:54 AM  
Blogger Regina said...

Van,

Eu adoraria receber a sua visita. Por causa do seu blog eu tambem tenho vontade de conhecer Lima e outros lugares no Peru.

Bjs.

Regina

12:56 AM  

Post a Comment

<< Home