Wednesday, May 02, 2007



Borderless


I was born with a wondering heart

Thousands of miles away

In a city that never sleeps

Where you cannot see the horizon

But you can buy flowers at three in the morning

Millions of people coming and going

I can easily remember names of airports

Even though they always feel the same

I like watching the long list of destinations go by

Home is just a state of being

I belong to many places

My roots spreading all over

I strive for a world borderless

I have learned to mistrust flags

While stretching my heart

June 2006

Sem fronteiras

Eu nasci com um coração errante

A milhares de milhas daqui

Numa cidade que nunca dorme

Onde é impossível de ver o horizonte

Mas há como comprar flores às três da madrugada

Milhões de pessoas indo e vindo

Nomes de aeroportos

Eu me lembro com facilidade

Ainda que eles sempre pareçam o mesmo

Gosto de ver a lista das destinações a se desdobrar

Home é estado de espírito

Eu pertenço a muitos lugares

Minhas raízes se espalham

Luto por um mundo sem fronteiras

Aprendi a desconfiar de bandeiras

Enquanto meu coração se alarga

10 Comments:

Anonymous Ursula said...

Gostei :-))
Beijocas

3:49 AM  
Anonymous Alexandra said...

adore Regina! me sinto da mesma forma... posso citar no meu blog?

5:00 AM  
Blogger luma said...

O finalzinho me remeteu à postagem anterior. Quem sabe um dia, o que hoje é utopia não se torne realidade um dia; um mundo sem bandeiras com pessoas livres e felizes.
Bom dia!! Beijus

5:25 AM  
Blogger Andréa N. said...

Ai, que viagem... somos todos.

8:16 AM  
Blogger Regina said...

Ursula,

Obrigada!

Bjs.

Regina

8:55 AM  
Blogger Regina said...

Alexandra,

Obrigada! E' claro que voce pode citar no seu blog, my fellow world citizen.

Beijim,

Regina

8:56 AM  
Blogger Regina said...

Luma,

Quando mais eu vivo menos nacionalista eu me torno. E' claro que boa parte da minha experiencia de vida esta conectada ao Brasil, a lingua portuguesa e a nossa cultura. Mas para mim o mais importante de tudo e' nao valorizar uma cultura, uma nacao sobre a outra. Humanidade existe uma so!

Beijim,

Regina

8:59 AM  
Blogger Regina said...

Andrea,

Esse e' o lado positivo da globalizacao. As pessoas viajam muito mais hoje em dia possibilitando uma maior troca de experiencias.

Beijos,

Regina

9:01 AM  
Blogger Anita said...

very poetic and personal, it seems. Loved it.

11:52 AM  
Blogger Regina said...

Anita,

It is indeed very personal, but I know I am not alone. :-)

Bjs.

Regina

1:01 AM  

Post a Comment

<< Home