Friday, February 09, 2007


Da vida, da morte, da cara torta da sorte

Hoje, que de acordo com o relógio já virou ontem, choveu o dia todo. Foi um dia cinzento e melancólico apesar da beleza das gotas frescas penduradas nas plantas.

No meio do ano passado, a mãe de uma coleguinha de escola da minha filha foi diagnosticada com um tumor no cérebro. Em princípio parecia que o tratamento ia funcionar, embora os médicos não pudessem operá-la devido a localização do tumor.

Na semana passada, a professora pediu para eu ir tirar fotos da menina na sala de aula pra enviá-las à mãe porque esta já não podia mais visitar a escola. Eu fiz fotos lindas da menina lendo, escrevendo e fazendo trabalhos de arte. Hoje fui imprimir as fotos, escrevi um cartão bonito para a mãe e a família. Embrulhei tudo cuidadosamente por causa da chuva e dei para a menina colocar na mochila para levar para a casa. Às seis da tarde recebi um telefonema de uma outra mãe dizendo que a moça havia falecido à tarde, provavelmente na hora em que eu estava escrevendo o cartão, quem sabe.

Talvez faça parte da condição humana sempre questionarmos diante de tal situação o que poderíamos ter feito diferente. Talvez eu deveria ter imprimido as fotos antes. Talvez eu devesse ter ajudado mais a família. Talvez eu devesse ter encarado o meu próprio medo e desconforto e ter ido visitá-la. Talvez. Talvez. Talvez.

Mas a verdade é que nada que eu ou qualquer outra pessoa tivesse feito ou não feito poderia ter alterado essa situação trágica. Embora possamos encontrar algum conforto nas vezes que tentamos ajudar essa família, não há como negar o fato de que a morte dessa mãe desperta um dos nossos medos mais profundos: o medo da morte premature, de surpresa. No fundo sabemos que se aconteceu com ela pode acontecer com qualquer um de nós.

É de partir o coração. Ela era uma advogada brilhante que lutava contra a indústria tabagista, entre outras coisas. Ela era também uma mãe super dedicada. A minha filha ficou super triste, pois havia visitado a sua casa várias vezes. Ela também ficou preocupada com a amiga, perguntando “e agora, quem vai ser a mãe dela?” Provavelmente o próximo passo será: se isso aconteceu com a mãe dela pode acontecer com a minha também.

Sometimes life just isn’t fair.

Um dos meu maiores medos enquanto mãe é morrer antes de ver meu filho e a minha filha criados. Sendo mãe eu tenho uma responsabilidade maior do que com a minha própria vida. Eu já passei por fases durante as quais não queria continuar vivendo. Mas isso parou completamente quando eu decidi ser mãe. Eu tenho que viver a minha vida por completo não só por mim, mas pelos meus filhos. Por isso também tomo muito cuidado com a minha saúde.

Em princípio as outras famílias foram bem solidárias, mas com o tempo também ficou difícil ajudar sem parecer intruso. É um equilíbrio delicado: de um lado o desejo de se respeitar a privacidade, do outro a ânsia de querer ajudar, sem saber exatamente o que fazer. O mais difícil, na minha opinião, foi para nós, os pais e as mães, lidar com a nossa própria vulnerabilidade, nossa própria mortalidade.

Nessa vida não há garantia, exceto que todo o mundo tem seu dia.

20 Comments:

Anonymous Lino said...

Regina:
Tenho um amigo em situação parecida e todos nos preocupamos, com ele e com a família.
Realmente, é triste a gente ver isso sem poder fazer nada. É a vida.

7:51 AM  
Blogger Denise Arcoverde said...

Puxa, Regina, que coisa mais triste. Nem me fala em medo. Eu começo a me sentir mais segura de "ir embora", com Bia estando mais "criada", mas ainda morro de medo de morrer e ela ter dificuldades pra terminar a faculdade, pra se equilibrar na vida, é fogo... imagino você com duas criaturinhas pequenas. Mas ainda vamos fica velhinhas, blogando e lembrando dos nossos medos nos 40 :-)

Beijos!

7:55 AM  
Anonymous anita said...

a morte sempre choca muito, especialmente quando chega nas condições que você descreve. I'm sorry!

Anita

11:31 AM  
Blogger Flávia said...

Oi Regina! Eu não sei se foi porque nasci numa família cheia de velhinhos, que sempre vivi de pertinho da morte, por o meu pai ter morrido cedo, eu não sei ao certo, mas sei que eu lido razoavelmente bem com isso. Não tenho filhos. Mas o meu maior medo da morte é morrer antes da minha mãe. Que justamente por ter essa situação "mãe", que vcs estão falando, que não gostaria que ela sofresse. Ela não merece sofrer isso, não.
Quanto a garotinha e sua mãe, com certeza, o carinho que vc passou para a garota, fazendo as fotos, participando de alguma forma, fez bem para a menina, em consequencia para a mãezinha. E não tem jeito de aumentar ou diminuir o que fazemos. Esse tal do "e se..." não adiante mesmo. Perda de tempo.
Aposto que essa mãe agradece o tempo que vc dedicou a filhinha dela.
Beijão muito grande.

6:22 PM  
Anonymous Cris said...

Regina,
A mãe da menina devia estar tão mal nos últimos dias que, provavelmente, ela nem teria visto as fotos da filha. No entanto, imagino como vc deve ter se sentido.
Eu também me sinto como você: sinto a maior responsabilidade com relação às minhas filhas. Por elas sou capaz de abdicar de muita coisa, como, aliás já fiz (e vc sabe!). Me sinto um pouco mais segura com a passagem dos anos e quando vejo, com felicidade, que elas vão se virando muito bem por elas próprias. É claro que sinto ainda que tenho muito para dar como mãe.

[Off topic but...Gostei muitíssimo do estilo do teu post, da maneira que você descreveu uma história tão delicada, tocou fundo no coração. Vc tem um estilo pessoal muito bonito -- não sei se sempre teve ou se está se desenvolvendo na medida que vc escreve os teus posts.]

Enfim, a história é tristíssima. Quem vai cuidar da menina, o pai?
Bjs,
Cris

3:15 AM  
Blogger Lili said...

Triste mesmo. Mas é ao mesmo tempo natural. Mas como dizem "é mais triste para quem fica, né?". Apesar dos sonhos que sempre são desfeitos, acredito que vamos para um lugar melhor. Bjs

4:34 PM  
Blogger Sofia said...

É, Regina, como eu costumo dizer, não fica cá ninguém para contar a história.
História muito triste essa mas uma grande lição de vida, não é?
Beijos.

2:56 AM  
Blogger Regina said...

Lino,

E'realmente muito dificil. Eu acho que o melhor que podemos fazer e' oferecer todo o nosso apoio e amor a familia.

Bjs.

Regina

10:16 AM  
Blogger Regina said...

Denise,

Entendo perfeitamente o que voce falou. A minha mae diz que depois que se tem filho a gente sempre esta se preocupando com alguma coisa. Mas deve ser otimo ver a Bia ja criada e feliz. Espero que voce esteja certa quando diz que estaremos blogando e rindo desses medos quando formos velhinhas.:-)

Bjs.

Regina

10:17 AM  
Blogger Regina said...

Anita,

Obrigada pelo apoio.

Bjs.

Regina

10:17 AM  
Blogger Regina said...

Flavia,

Eu admiro pessoas como voce que conseguem lidar com a morte de maneira mais natural. Para mim ainda e' dificil, principalmente quando acontece com alguem tao jovem. Aqui tem um programa bonito de auxilio a pessoas que estao com doencas incuraveis e ja no fim da vida. Sao enfermeiras, massagistas e outros profissionais que vao a casa da pessoa diariamente. Dessa forma, a pessoa pode falecer em casa rodeada pela familia.

Bjs.

Regina

10:20 AM  
Blogger Regina said...

Cris,

Pois e', eu imaginei que em algum ponto o tumor ia afetar o nervo otico. Mas eu imaginei que ainda teriamos mais tempo. Eu acho que a professora tb nao sabia que ela ja nao exergava mais quando me pediu para fazer as fotos. Eu ainda as teria feito para a familia, mas se eu soubesse da situacao eu a teria fotografado ha mais tempo ou teria escrito o cartao de forma diferente. Enfim, cada um fez o melhor que pode.

Quanto a minha maneira de escrever (obrigada pelo elogio), eu so' voltei a escrever com frequencia desde que comecei o blog. Eu andava tao atarefada com as criancas e tentando encontrar trabalho que por muitos anos escrever ficou totalmente no segundo plano. Mas eu estou adorando retomar essa atividade. Esse texto que escrevi, por exemplo, foi completamente terapeutico.

Bjs.

Regina

10:24 AM  
Blogger Regina said...

Lili,

A morte e' o tipo de coisa que acontece com todo o mundo, mas nunca estamos totalmente preparados, nao e' mesmo?

Bjs.

Regina

10:25 AM  
Blogger Regina said...

Sofia,

A minha mae, sempre diz:

"a hora e' incerta
mas a morte e' certa."

Bjs.

Regina

10:27 AM  
Blogger Carla said...

Ai Regina,
O meu computador deu pau,estava sendo formatado e só vi o post agora. Maes nao deveriam morrer e deixar criancinhas pequenas, e maes tb nao deveriam perder seus filhos nunca.É tao difícil ficar cara a cara com a nossa própria mortalidade.....

Beijos,

12:07 PM  
Blogger Regina said...

Carla,

Pois e', realmente parece que lidar com a nossa propria mortalidade (e da nos filhos) se torna infinitamente mais dificil depois que nos tornamos maes, nao e' mesmo.

Bjs.

Regina

10:28 AM  
Blogger oakleyses said...

replica watches, louis vuitton outlet, nike free, michael kors outlet, burberry outlet, oakley sunglasses cheap, ray ban sunglasses, tiffany and co, michael kors outlet, louis vuitton handbags, ray ban sunglasses, nike shoes, louboutin shoes, oakley sunglasses, louboutin outlet, polo ralph lauren, michael kors outlet, air max, louis vuitton outlet stores, prada outlet, louis vuitton outlet, michael kors outlet, prada handbags, tiffany and co, louis vuitton, tory burch outlet, longchamp handbags, cheap oakley sunglasses, polo ralph lauren outlet, longchamp outlet, kate spade outlet, rolex watches, longchamp handbags, ray ban sunglasses, air max, cheap uggs, jordan shoes, burberry outlet, christian louboutin, chanel handbags, michael kors outlet, michael kors outlet online sale, ugg boots clearance, ugg outlet, gucci outlet, uggs outlet, louboutin, uggs

5:53 PM  
Blogger oakleyses said...

air max pas cher, ray ban pas cher, vans pas cher, nike roshe, sac hermes, nike air max, nike blazer, nike free pas cher, true religion outlet, coach factory outlet, coach purses, michael kors uk, sac burberry, true religion jeans, oakley pas cher, converse pas cher, air jordan, polo lacoste, louboutin, coach outlet, lululemon outlet online, hollister, longchamp, ralph lauren, michael kors, michael kors outlet, hollister, true religion jeans, north face, michael kors pas cher, air max, hogan outlet, sac guess, air max, abercrombie and fitch, vanessa bruno, nike free, north face, true religion outlet, timberland, mulberry, ray ban sunglasses, nike roshe run pas cher, coach outlet store online, nike air force, sac longchamp pas cher, nike tn, new balance pas cher, kate spade handbags, polo ralph lauren

6:00 PM  
Blogger oakleyses said...

ghd, nike huaraches, beats by dre, vans, nike trainers, chi flat iron, air max, mont blanc, ferragamo shoes, mcm handbags, soccer shoes, north face outlet, wedding dresses, oakley, vans shoes, instyler, louboutin, valentino shoes, bottega veneta, babyliss pro, new balance shoes, ralph lauren, abercrombie and fitch, longchamp, celine handbags, iphone cases, birkin bag, nfl jerseys, abercrombie, nike roshe run, converse shoes, lululemon outlet, baseball bats, timberland boots, ray ban, jimmy choo outlet, mac cosmetics, hollister clothing store, reebok outlet, insanity workout, hollister, north face jackets, soccer jerseys, herve leger, asics running shoes, gucci, converse, air max, giuseppe zanotti, p90x

6:08 PM  
Blogger oakleyses said...

canada goose, canada goose, karen millen, canada goose, swarovski crystal, hollister, wedding dresses, ugg, barbour, moncler, canada goose, ugg pas cher, canada goose uk, moncler, sac louis vuitton, pandora jewelry, ugg boots, juicy couture outlet, canada goose jackets, pandora jewelry, moncler, michael kors outlet, swarovski, ugg, pandora charms, moncler, juicy couture, ugg, marc jacobs, moncler, michael kors outlet online, moncler outlet, canada goose, pandora charms, links of london, doke gabbana, louis vuitton, thomas sabo, canada goose outlet, barbour, sac lancel, sac louis vuitton, supra shoes, coach outlet store online, louis vuitton uk, toms shoes, moncler, louis vuitton, montre homme, moncler, michael kors handbags, rolex watches

6:33 PM  

Post a Comment

<< Home